sexta-feira, 28 de junho de 2013

Venha beber connosco ao Poceirão


A nossa Adega estará presente, entre 5 e 7 de Julho, na XXIV Feira Comercial e Agrícola do Poceirão, um evento apostado na divulgação dos produtos locais de qualidade.

Durante três dias terá a oportunidade de provar os nossos vinhos premiados, entre os quais o Vale dos Barris Syrah 2011, o preferido do Bonga, no Pavilhão das Adegas, onde tudo está a ser preparado para o receber com a atenção que merece.

Basta olhar para o programa do certame para ver que animação é coisa que não vai faltar. Concertos, Dj’s, folclore, teatro de revista, desporto, comédia, vacadas, boa sardinha, Sopa Caramela, desfiles e até um passeio de bicicleta garantirão grandes momentos de diversão.

A XXIV Feira Comercial e Agrícola do Poceirão é uma organização da Associação da Feira e conta com o apoio da Junta de Freguesia do Poceirão e da Câmara Municipal de Palmela.


Vemo-nos lá!

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Já começou a contagem decrescente para o grande Festival de Verão de Palmela

  

O Parque Venâncio Ribeiro da Costa é palco, entre os dias 5 e 7 de Julho, de um evento onde a música, os petiscos e os excelentes vinhos da nossa Adega estarão entre estrelas em destaque.

Além dos concertos, que marcam as três noites do Festival, haverá lugar a diversas actividades e demonstrações, aula de zumba, DJ’s e muito mais… Isto sem esquecer as homenagens a importantes figuras do desporto da nossa região, como são o ciclista Rafael Reis, campeão nacional de contrarrelógio, e a nadadora e estrela do programa Splash, Simone Fragoso. O Palmelense FC também estará em destaque.

A Adega Cooperativa de Palmela encontra-se entre as entidades que apoiam esta importante iniciativa.


Dirija-se ao Balcão do Crédito Agrícola, em Palmela, e descubra a Oferta que lá está para si.

Consulte o programa aqui:

O campeão  nacional de contrarrelógio, Rafael Reis
Simone Fragoso

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Entrevista do nosso presidente à Rádio Sim

Oiça a entrevista à Rádio Sim do Presidente da nossa Adega, José Carlos Caleiro, que foi recentemente para o ar. Eventos, prémios conquistados e até o nosso blog foram motivo de conversa. A não perder…

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Acompanhe-nos na plantação de uma vinha

Uma vinha necessita de três anos para começar a produzir, mas antes disso é preciso plantá-la, processo que o nosso blog acompanhou na companhia do presidente da Adega Cooperativa de Palmela, José Carlos Caleiro. “Estamos a plantar três hectares de cepas de Alicante Bouschet, uma casta que serve para dar mais cor e densidade a vinhos como os castelões”, explicou o engenheiro.

As "plantas bebés" são protegidas por tubos de plástico


As cepas da casta Alicante Bouschet são enxertadas previamente em cepas de vinha bravia de forma a garantir que as novas plantas resistem às pragas típicas da região de Palmela, para as quais a casta de origem francesa não desenvolveu defesas naturais.

Cada cepa é colocada a 1m da mais próxima e são criados corredores com 2,5m de largura entre cada corrente de vinha. “O terreno aqui é arenoso e por isso muito fértil para as vinhas, que precisam de algum stress hídrico (alguma secura) para que as uvas se desenvolvam com qualidade”, sublinhou José Caleiro.

A parte verde é Alicante Bouschet, a restante cepa bravia


Cada planta exige cuidados especiais para que cresça saudável


Embora alguns produtores ainda plantem as suas vinhas à mão, outros há em que é usado o sistema GPS de forma a garantir que todas as medidas são as correctas. Este processo reduz em muito os dias de trabalho e os custos associados. “Sem GPS levaríamos cerca de 11 dias a fazer a plantação, assim os três hectares ficam prontos em dois ou três dias”, explicou um dos trabalhadores envolvidos.

O sinal de GPS é enviado por antena até ao tractor, indicando aos trabalhadores os locais exactos onde plantar as cepas. As “plantas bebés” são depois protegidas do calor e do vento com tubos de plástico e a rega aplicada através do sistema gota-a-gota. “Agora é vê-las crescer”, exclamou José Caleiro.

Um tractor equipado com sistema GPS é usado na plantação
A antena de GPS













A casta Alicante Bouschet é de origem francesa, mais precisamente da antiga província de Languedoc, actualmente parte da região Languedoc-Roussillon. Foi criada por Henry Bouschet, entre os anos de 1865 e 1885, a partir do cruzamento de castas mais primitivas.

Portugal é o país a que este tipo de vinha melhor de adaptou, pelo que hoje é considerada uma casta portuguesa.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

terça-feira, 11 de junho de 2013

Prata vezes três

Os vinhos Vale dos Barris Syrah 2011, Vale dos Barris Branco 2012 e Palmela Branco 2012 conquistaram medalhas de prata nas suas categorias na XII Edição do Concurso Internacional de Vinhos La Selezione del Sindaco, que decorreu, entre 29 de Maio a 2 de Junho, na cidade italiana de Castelofranco Veneto, localizada na Província de Treviso. Trata-se do único concurso internacional em que os produtores e os municípios de proveniência participam em conjunto. O objectivo da competição é não só premiar os produtores como também as regiões que pelas suas características e tradições potenciam a criação de excelentes vinhos. A Adega e Palmela estão por isso de parabéns. 






segunda-feira, 10 de junho de 2013

O vinho preferido do Bonga é da Adega de Palmela

“O Vale dos Barris Syrah 2011 é espectacular, é o meu vinho preferido”, quem o disse foi Bonga, o famoso cantor angolano, durante o almoço de confraternização realizado, este domingo, no Restaurante Mulemba X’Angola, em Odivelas.

“É um vinho muito bom, encorpado, que liga muito bem com a comida angolana, especialmente com a carne”, continuou a estrela da canção, que, pouco antes, aterrara em Lisboa. “Veio directamente do aeroporto para aqui”, confidenciou um dos presentes.


Bonga com o nosso presidente José Caleiro e o enólogo Luís Silva


Apaixonado pelos pratos da sua terra natal e apreciador de bons vinhos, Bonga fez questão de estar presente neste evento resultante da parceria entre a Adega Cooperativa de Palmela, a Confraria Gastronómica de Angola e o Mulemba X’Angola. 

“Só vim por vossa causa”, afirmou o famoso cantor referindo-se aos amigos presentes, entre os quais Leonor Lopes Pereira, representante da Confraria, e os presidente e enólogo da Adega, José Carlos Caleiro e Luís Silva, respectivamente.


O ambiente foi animado e o almoço prolongou-se pela tarde


Ao falar da nossa Adega, Bonga garantiu “esta é uma amizade para a frentex, uma amizade para continuar”. Até porque, como sublinhou o cantor em tom bem-humorado: “Este Vale dos Barris é muito bom, este tinto é que resolve”.

Entre as especialidades angolanas servidas durante a tarde, sempre acompanhadas pelos nossos vinhos premiados, destacaram-se pratos como “peito alto” e “carne seca”, ambos confeccionados por Mizé Cassoma, cozinheira neste restaurante familiar. No final todos deram um passinho de dança ao som dos ritmos angolanos.


A Confraria Gastronómica de Angola esteve amplamente representada



terça-feira, 4 de junho de 2013

Venha fazer desporto e almoçar com os melhores vinhos

O Golfe do Montado e a Adega de Palmela conjugaram esforços para lhe proporcionar um dia inesquecível já a 15 deste mês. A manhã começa com uma aula de iniciação ao golfe, leccionada pelo professor João Pedro Carvalhosa, e a tarde com uma visita à Adega Cooperativa de Palmela, onde ficará a conhecer alguns dos segredos que colocam os vinhos da nossa Adega entre os mais premiados a nível nacional e internacional. Às 13h terá lugar o famoso barbecue, onde as melhores carnes serão acompanhadas dos melhores vinhos. Um encontro de sabores a não perder. Contamos consigo.

Programa: http://www.acpalmela.pt/pdf/Barbecue-na-Adega-15Junho.pdf



Nada como um copo refrescante depois de um bom jogo

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Venha brindar connosco no Mulemba X'Angola




Os sabores da cozinha tradicional angolana, acompanhados pelos excelentes vinhos da nossa Adega, são reis, a 9 de Junho, pelas 13 horas, no Restaurante Mulemba X'Angola, em Odivelas, onde tem lugar um almoço convívio com a presença da Confraria Gastronómica de Angola e do famoso cantor Bonga. As reservas podem ser feitas até 6 de Junho.

Famoso por trazer o gosto de África a Portugal, o Mulemba X'Angola junta agora alguns dos melhores sabores portugueses ao seu cardápio, num evento onde o enólogo Luís Silva ajudará os presentes a combinar da melhor forma os vinhos premiados da Adega com a excelência dos pratos tradicionais africanos.

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Confraria Gastronómica de Angola, o Restaurante Mulemba X'Angola e a Adega Cooperativa de Palmela.

As reservas podem ser feitas até dia 6 de Junho no Restaurante Mulemba X'Angola, Largo José Afonso, n.º 4 L, Olival de Basto, Odivelas, de terça a domingo, entre as 10h e as 21h, ou pelo telf: 21 601 70 82 e mail: mulemba.xangola@gmail.com.

Pode ainda fazer as suas reservas nas instalações da Adega Cooperativa de Palmela, Rua da Adega Cooperativa, 2950-401 Palmela, ou pelo telf: 21 233 70 20 e mail: geral@acpalmela.pt, entre as 8h30 e 12h30 e entre as 14h 2 as 17h. Aos sábados só da parte da manhã, entre as 9h e as 13h.

O Mulemba X'Angola situa~se em Odivelas

O cantor Bonga estará entre os convivas